segunda-feira, 10 de novembro de 2008

do ovário


o

ovo
óvulo

também

ovni


6 comentários:

Amendoa disse...

voando
ovulando
vou

Moacy Cirne disse...

A poesia como síntese e surpresa. Assim, como se fosse um objeto poético não-identificado. Abraços.

Luisa Coser disse...

o olho cego.

Sabrina disse...

o ó do om

Pavitra disse...


e eu
gemo, claro!

omnia in uno disse...

sugestão:

se vc alinhar ao centro, talvez tome a forma de um ovo o poema.

beijo!